FlM DO DESG0VERNO! "É questão de Dias" Vidente Gritou Brasil | 04/02/2024

Gastos exagerados do Governo Lula está destruindo a capacidade do país de desenvolvimento.

A situação do Brasil está extremamente crítica! O déficit previdenciário chegou a marca de 6 trilhões de reais. Esse é um dinheiro que o governo não tem, mas tem que arrumar pra pagar e tudo que Lula e Janja se preocupam é nas viagens que estão fazendo. O déficit previdenciário de servidores é um dos maiores problemas fiscais do país, que afeta o investimento público e o desenvolvimento econômico e social. Neste texto, vamos explicar o que é esse déficit, como ele se formou, quais são seus efeitos e como ele pode ser solucionado.


O déficit previdenciário de servidores é a diferença entre o que o governo arrecada com as contribuições dos servidores públicos e o que ele gasta com os benefícios dos aposentados e pensionistas do setor público. Esse déficit atingiu cerca de R$ 6 trilhões, o que equivale a 93% da dívida líquida do setor público¹. Esse valor é estimado com base no cálculo atuarial, que projeta o fluxo de receitas e despesas previdenciárias ao longo do tempo.

O déficit previdenciário de servidores se formou por vários fatores, entre eles:

- A existência de regras mais generosas e menos rígidas para a aposentadoria dos servidores públicos, que permitem benefícios mais altos, idade mínima mais baixa e tempo de contribuição menor do que os trabalhadores do setor privado.

- O envelhecimento da população, que aumenta o número de aposentados e pensionistas em relação ao número de servidores ativos, reduzindo a arrecadação e elevando o gasto previdenciário.

- A falta de reformas estruturais que adequem o regime previdenciário dos servidores públicos à realidade demográfica, fiscal e social do país.


O déficit previdenciário de servidores tem vários efeitos negativos, entre eles:

- A redução do investimento público, que é o gasto do governo com obras e serviços que beneficiam a população, como infraestrutura, saúde, educação e assistência social. Entre 1980 e 2022, a taxa de investimento público em infraestrutura caiu de 5,1% para 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Isso afeta o crescimento econômico e a qualidade de vida dos brasileiros.

- O aumento da dívida pública, que é o saldo de tudo o que o governo deve, e que precisa ser financiado com a emissão de títulos, o aumento de impostos ou o corte de gastos. A dívida pública aumenta o risco de insolvência do governo, eleva os juros e reduz a confiança dos investidores.

- A desigualdade social, que é a diferença entre as condições de vida das pessoas, e que é agravada pela distribuição injusta dos recursos públicos. O déficit previdenciário de servidores beneficia uma parcela pequena e privilegiada da população, em detrimento da maioria dos trabalhadores e dos mais pobres.


A solução para o déficit previdenciário de servidores passa por uma reforma que harmonize as regras para a aposentadoria dos servidores públicos com as dos trabalhadores do setor privado, que foram alteradas pela reforma da Previdência de 2019. Essa reforma deve incluir os estados e municípios, que têm regimes próprios de Previdência para seus servidores, e que representam a maior parte do déficit. A reforma deve também buscar a sustentabilidade do sistema previdenciário, a equidade entre os contribuintes e beneficiários, e a justiça social.

CONFIRA O VÍDEO AQUI

Canal do Vidente Lindomar: CLICA AQUI! --------------------------------------------- Canal: Conexão sucata: CLICA AQUI! ---------------------------------------------

Edição e texto: Theta Wellington

COMPARTILHAR:

2 comentários:

  1. Questão de dias? Falta combinar com a Grande Quadrilllha do CHEFÃO Inácio do Petrolão. Eles não estão muito afim de largar o osso!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo13:40

    Cadê as vacinas contra a dengue, quantas pessoas morrerão?

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do Site